Conheça a nova geração de consumidores

#

Com o amplo poder e alcance dos dispositivos móveis, os consumidores de hoje não são mais como antigamente: eles podem obter exatamente o que desejam, de maneira instantânea e praticamente sem esforço algum. Precisa de alguma informação? Ela está a alguns cliques de distância e ao alcance das pontas dos dedos. Esse cenário viabilizou que fossem se estabelecendo novos perfis de consumidores que já estão a todo vapor no mercado. Segundo o Google, são eles: o curioso, o impaciente e o exigente.

Para as empresas – e seus profissionais de marketing – isso significa entender as características de cada perfil e traçar novas estratégias para pessoas cada vez mais difíceis de agradar. As marcas que souberem compreender as necessidades desses públicos e descobrirem como antecipá-las poderão surfar a onda de crescimento junto com seus compradores.

Confira abaixo os principais insights do Google acerca desses três novos perfis de consumidores, com base em seus comportamentos de busca via dispositivos mobile nos últimos dois anos. São dados que certamente lhe ajudarão a pensar ou repensar suas estratégias de marketing.

O consumidor curioso

Hoje, algumas pessoas se tornaram obcecadas por pesquisas. E não importa o quão pequena seja uma informação: o indivíduo de perfil curioso irá dedicar alguns minutos do seu dia para pesquisá-la. O acesso irrestrito a uma grande quantidade de dados lhes dá a segurança de que toda e qualquer decisão está bem fundamentada e embasada. E eles fazem pesquisas até mesmo durante a jornada de compra.

Leia também: AS MUDANÇAS NA JORNADA DE COMPRA DOS SEUS CLIENTES B2B

Nenhuma decisão é pequena demais para esses curiosos. Observou-se um crescimento de:

  • 140% nas buscas por “melhores guarda-chuvas”.
  • Mais de 110% por “melhores acessórios de viagem”.
  • Mais de 100% por “melhor escova de dentes”.

Pesquisas sobre reviews de produtos tiveram um aumento da ordem de 35% e sobre “melhores marcas” cresceram mais de 95%. Para isso, são usados termos como:

  • “melhores marcas de roupas masculinas”
  • “melhores marcas de roupas de inverno”
  • “boas marcas de malas de viagem”

E quando esses compradores não têm certeza do que querem, eles utilizam o Google até mesmo para buscar ideias e inspiração – comportamento que registrou um aumento de 55%:

  • “ideias para reforma de banheiro”
  • “ideias de festa de formatura”
  • “ideias para presente de padrinhos de casamento”

As pessoas também estão usando a internet para evitar escolhas erradas: dados apontam que pesquisas com o termo “evitar” foram realizadas 1,5 mais vezes nos últimos dois anos:

  • “marcas de óleo de cozinha para evitar”
  • “refrigeradores para evitar”
  • “marcas de pneus que devo evitar”

 

O consumidor exigente

Hoje, as pessoas esperam que toda experiência digital seja altamente personalizada, mesmo quando elas fornecem poucos detalhes sobre sua demanda. Ou seja, o consumidor espera que as marcas entendam suas intenções e necessidades.

Essas expectativas nunca foram tão altas – e também estão refletidas nos mecanismos de busca. Cada vez mais as pessoas fazem uso de termos como “eu” e “mim” em suas pesquisas (um aumento de mais de 60%), seja para solucionar problemas ou aprender coisas novas:

  • “Quais são os melhores tênis de corrida para mim?”
  • “melhor corte de cabelo para mim”
  • “Qual cartão de crédito é melhor para mim?”

Buscas com os temos “o que eu deveria” cresceram mais de 65%:

  • “Com qual frequência devo lavar meu cabelo?”
  • “Quantos cartões de crédito devo ter?”
  • “O que devo fazer para o jantar?”

Mesmo fornecendo poucos dados, elas esperam obter resultados cada vez mais específicos: as buscas sem o termo “perto de mim” caíram 150%.

 

O consumidor impaciente

As pessoas estão tomando decisões mais rápido do que nunca – e esperam poder realizar os desejos e práticas relacionados a essas resoluções quase que instantaneamente. Isso significa que elas querem tomar atitudes, mas que também querem ajuda nesses momentos de escolha.

Cerca de 75% dos proprietários de smartphones recorrem às pesquisas, em primeiro lugar, como forma de endereçar suas necessidades imediatas:

  • Pesquisas mobile com os termos “envio no mesmo dia” aumentaram 120%.
  • Buscas com “tempo de espera” cresceram mais de 120%, por exemplo: “tempo de espera para passaporte”.
  • A procura por estabelecimentos e serviços com status de “aberto agora” expandiu 300%.
  • Pesquisas relacionadas à viagem, com “hoje à noite” e “hoje”, cresceram 150%.

 

Cabe a você, profissional de marketing ou dono de um negócio, repensar suas estratégias e encontrar formas de responder às incessantes perguntas desses consumidores, cada vez mais curiosos, impacientes e exigentes, fornecendo as informações certas, no momento certo, de maneira veloz e assertiva.

Leia também: QUANDO O BARATO SAI CARO – OU SOBRE O QUANTO VOCÊ INVESTE EM SUA PRESENÇA ONLINE

 

Fonte:

Consumers in the Age of Assistance – Think with Google

Escrever um comentário